Homem é baleado pela PM após sequestrar e manter em cárcere privado a ex-esposa em Maringá.

Um homem de 34 anos suspeito de sequestrar a ex-mulher foi baleado na noite deste sábado (26), pela Polícia Militar, no Jardim Liberdade, em Maringá.

De acordo com a PM, no período da tarde Rafael Cirino da Silva foi ao local de trabalho da ex- um salão de beleza localizado na Avenida dos Palmares e sob ameaças obrigou ela entrar em seu automóvel e disse que iria matá-la. Na sequência ele saiu em alta velocidade e desapareceu. 

Familiares da vítima, preocupados com a situação, fizeram uma publicação no Facebook, relatando sobre o sequestro. 

"Rafael Cirino levou a ex-esposa, Débora Keli do seu local de trabalho hoje (26/02). Ele está num carro I30 preto. Se alguém ver esse homem ou o carro, por favor avise a polícia."

Já por volta das 22h, ao ver sua foto sendo compartilhada Rafael mandou uma foto para o irmão da vítima e falou que ele estava com ela em um Motel. Na foto é possível ver a mulher sentada na cama de braços cruzados e com a cara bastante assustada. (A imagem foi entregue à Polícia Civil).

O suspeito então pediu para o irmão tirar a foto dele do Facebook. O irmão concordou e falou que se a irmã não parecesse em 30 minutos ele iria postar novamente. A polícia militar foi avisada de que Rafael poderia estar indo para a casa da mãe da vítima. Uma equipe passou a realizar patrulhamento pelo bairro, quando avistou o veículo estacionado na frente da casa da ex-sogra. 

Os policiais tentaram realizar a abordagem, porém o suspeito reagiu e entrou em luta corporal com um dos militares e conseguiu fugir a pé pelas ruas do bairro. O rapaz foi alcançado na Rua Gilson Ricardo Gomes de Castro. Novamente os policiais tentaram realizar a abordagem, mas ele tentou novamente tomar a arma do militar. Neste momento, o soldado efetuou um disparo que atingiu o pé de Cirino. 

Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Metropolitano de Sarandi. No hospital, o suspeito ainda ameaçou um dos policiais que fazia sua escolta, dizendo que também tem arma e quando deixar a cadeia vai cobrar o policial. 

O delegado e vereador doutor Luiz Alves, foi ao local e conversou com a vítima. A mulher relatou que após ser levada do salão, ele a levou em um Motel, em Mandaguaçu e lá ela foi ameaçada de morte e agredida. Ela contou ainda que em dezembro de 2021, Rafael invadiu o salão onde ela trabalha e a agrediu. Por conta disso, ela tem uma medida protetiva contra o ex-marido. 

O delegado relatou, que Cirino, vai responder por sequestro, cárcere privado, ameaça, lesão corporal e descumprimento de medida protetiva. 








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morador de Sarandi morre após sofrer acidente de trabalho em obra em Maringá.

Tiroteio resulta com duas pessoas baleadas em Sarandi

Irmão mata o próprio irmão com facada no peito no Jardim Esplanada em Sarandi.